Pamela Yuri foi a Grande Campeã do II União Pan-Americano!

Contando com quase 150 cantores inscritos, o VI Concurso Brasileiro de Canção Internacional que dá direito ao vencedor do Grand Prix e do Júri Popular de participarem do II Concurso União Pan-Americano, promovido pela ABRAC Jovem, foi realizado no mesmo dia 26 de outubro de 2019, no auditório do Cooper Clube, Parque Ipê, em São Paulo.

Pamela Yuri, que atualmente segue promissora carreira como atriz, foi a grande campeã e representará o Brasil no torneio internacional, que ocorrerá no Paraguai em 2021, promovido bianualmente pelo COPANI (Congresso Pan-americano Nikkei).

VI Concurso Brasileiro de Canção Internacional

Ao concurso nacional foram formados dois grupos de jurados: o Branco, com Erika Kawahashi (presidente), Yukiko Hamada, Kiyomi Kanashiro, Yukihiro Sakai e Douglas Nishikawa; e, o Vermelho, com Cláudio Tsutiya (presidente), Jane Ashihara, Satiko Ono, Solange Miyagui e Armando Konno.

O evento começo em ponto, às 8 horas, por uma rápida abertura, pelas saudações de Pedro Mizutani, presidente da Comissão Organizadora; Jorge Dozono, representando o Cooper Clube, Ricardo Origassa, presidente da Comissão Julgadora e Tadao Ebihara, vice. Em seguida, os apresentadores Yoshiaki Shinde e Leni Yamashita, que deram início imediato ao evento a partir da categoria Master.

Pedro Mizutani, apresentando os apresentadores Yoshiaki Shinde e Leni Yamashita

A Sonoplastia, iluminação e telão, ficaram sob a responsabilidade da 1000Tom Som e a contagem, da KaHo Informática, com apoio da ABRAC. O apoio logístico sob a supervisão da Abrac Jovem, por conta das regionais da Capital, mais ABCD e BX Santista.

Apoio logístico do evento

E o VI Concurso Brasileiro da Canção Internacional, com o auditório já bem tomado, teve início a partir da categoria Master, seguida da Adulto D e de Grupos, como primeiro bloco.

Primeiro cantor do dia, Manabu Arakaki
Quatro primeiros colocados da categoria Master
1. Walter Sassaki 2.Emílio Goto
3.Hisseko Yoshiara 4.Tiyomi Takase
Quatro primeiros da categoria Adulto D:
1. Akemi Ito 2. Délphis da Fonseca
3. Sérgio Tanigawa 4. Massahiti Shimada
Na categoria Grupos, Marcos Yoshio Fucuda participou com sua filha Isabela Yumi Fucuda, de 3 anos
Quatro primeiros da categoria Grupos:
1.Sérgio Tanigawa/Erica Samesima 2.Midori/Mayumi
3. Aline Kiminami/Marcio Tomita 4. Fabio Yokomizo/Rafael Yassunaga

Encerradas as categorias Master, Adulto D e Grupos, a Comissão organizou uma brincadeira para entreter o público, pela dança da moda, “X box”, exibida no telão para que que todos pudessem imitar as coreografias apresentadas.

O público dançando X box, estimulado por Angelais Gote e Cláudia Midori

Em seguida, foi realizada a Abertura Oficial, com a chamadas para formação da mesa, dos responsáveis pelo evento, autoridades e respectivos patrocinadores presentes. Subiram também ao palco o presidente do Cooper Clube, Carlos Hiroshi Fuji, pela realização do atual; Walter Sassaki, presidente do Nippon CC, que recepcionará o próximo Brasileirão da Canção Japonesa, em 2020; além de Ii-sei Watanabe, representando o Copani, pelo congresso que se realizará no Paraguai, em 2021.

Na sequência, que seria o intervalo para almoço, longo por sinal, de hora e meia, mais uma vez a Comissão resolveu realizar nova brincadeira com o público, mas também com o intuito de estimular quem não canta a repensarem suas posições. Numa sátira ao The Voice Brasil, chamou o público para que qualquer pessoa subisse ao palco para serem julgados naquele formato, pelos jurados Rafa Lulu, Massa Teló, Isa Sangallo e Shaka Brown e virando… ou não, suas cadeiras. Mais de vinte pessoas, entre crianças e adultos se apresentaram para serem julgados por ele.

Flagrantes do The Voice ABRAC

Retomando o evento, vieram as categorias Mirim, Infantil e Juvenis A e B com grandes apresentações.

1. Mariana Suzuki 2. Tatiane Mami Kamano
3. Yoko Shimabukuro 4. Henrique Watanabe
5. Kaori Yokota 6. Patrícia Lika Kamano
7. Luiza Midori Toma 8. Luiza Murakami Borba
Todos os cantores do Mirim receberam um brinde
1. Lucas Kokuba 2. Miwa Ishimatsu
3. Isabella Namie Hara 4. Daniel Mori
1. Murilo Suzuki 2. Júlia Kido
3. Emanuelli Sugayama 4. Leonardo Fukuda
1. Satoru SHimabukuro 2. Stephany Guimarães
3. Kaori Yamamoto 4. Todos receberam brindes
Quatro primeiros da categoria Juvenil A
1.Aya Missawa 2.Naomi Yamada
3. Victor Fucuda 4. Nami Kuniyoshi
Quatro primeiros da categoria Juvenil B
1. Paula Hirama 2. Arthur Terabe
3. Kiari Carnetta 4. Rafael Yassunaga

Depois, as categorias Adultos C, B e A, também com grandes e surpreendentes apresentações.

Quatro primeiros da categoria Adulto C
1. Renata Tan 2. Sérgio Teruya
3. Miyuki Morikawa 4. Keiko Aoki
Quatro primeiros da categoria Adulto B
1. Marcelo Akamine 2. Seiti Takeda
3. Paulo Aoki 4. Leandro Yoshinobu Kiyohara
Quatro primeiros da categoria Adulto A
1. André Kunihiro Tanahara 2. Akemi Ito
3. Aline Kiminami 4. Emy Iriguti

No intervalo antes de se iniciar as premiações, Susana Sano, bi-campeã deste concurso nacional e cantora soprano com  participações em orquestras sinfônicas de vários países, contemplou o público com uma apresentação show, cantando Unchained Melody. No dia seguinte, embarcou para o Uruguai para nova apresentação, desta vez com a orquestra sinfônica do espetacular Teatro Sólis, de Montevidéu.

E teve início as premiações na sequência das categorias apresentadas conforme programação.


Campeões da categoria Adulto D:
Akemi Okamoto, Délphis da Fonseca, Sergio Tanigawa e Massahiti Shimada

Campeões (Sergio Teruya/Erica Samesima) e classificados da categoria Grupos
Campeã da categoria Mirim: Kaori Yokota
Campeã da categoria Infantil: Emanuelli Sugayama
Campeã da categoria Juvenil A: Aya Misawa
Campeões da categoria Juvenil B: Paula Hirama e Arthur Terabe
Campeã da categoria Adulto C: Renata Tan
Campeão e classificados da categoria Adulto B:
Marcelo Akamine, Seiti Takeda e Paulo Aoki
Campeão da categoria Adulto A: André Kunihiro Tanahara

O Grand Prix, que deu sequência ao programa, excetuando as categorias mirins e infantis, contou com a participação dos campeões das categorias Master, Juvenis A e B, Adultos D, C B e A. Ao final, saiu vencedora a campeã da Juvenil B, Paula Hirama e no júri popular, Marcelo Akamine, que conquistaram também o direito de participarem do II Concurso União Pan-americano.

Os campeões de todas as categorias prontos a disputarem o Grand Prix
Marcelo Akamine, o grande campeão pelo Júri Popular
Paula Hirama, a Grand Prix do dia
Confraternização geral de todos os campeões com a Comissão Organizadora

II Concurso União Pan-americano

A esse evento vieram cantores do Paraguai e Peru, selecionados em concursos específicos nos seus respectivos países. Do Brasil, puderam participar campeões de anos anteriores mais os deste ano, do Grand Prix e do júri popular.

Angelaisa Gote e Mary Hassunuma ao lados das três “estrangeiras” do dia, Synthia Carreas (Par), Narumi Ogusku (Per) e Monica Sakura Jinzenji Okabe (Par)

Neste ano, participaram Synthia Carreras e Monica Sakura Jinzenji Okabe, pelo Paraguai; Narumi Ogusku, pelo Peru; Pamela Yuri Ashihara e Natália Fay, campeãs de anos anteriores do nacional, além de Paula Hirama (Grand Prix) e Marcelo Akamine (júri popular), deste ano, totalizando sete participantes.

1. Natália Fay (Bra) 2. Monica Sakura Jinzenji Okabe (Per)
3. Marcelo Akamine (Bra) 4. Pamela Yuri (Bra)
5. Paula Hirama (Bra) 6. Synthia Carreras (Par)
7. Narumi Ogusku (Par) 8. Confraternização geral
Anúncio dos classificados:
1. Pamela Yuri se emocionando 2. Synthia Carreras, 3º lugar
3. Paula Hirama, vice 4. Pamela Yuri, campeã

Angelaisa Gote, campeã do I União Pan-americano, do ano passado, e uma das coordenadoras de ambos deste ano, não pode participar por problemas de saúde. “Só não participei porque estava sem voz”, justificou, e lamentou assim, sua ausência.

Da mesma forma, Susana Sano, bicampeã do torneio nacional, também poderia ter participado deste, mas… “como pretendo me focar mais em ópera, como ao desse de Montevidéu, que há mais de três meses venho me preparando, resolvi não mais participar do internacional”, justificou. “Além disso estou me preparando para ser jurada e, com isso, poder contribuir com os cantores do Paraná”, completou.

O Corpo de Jurados a esse internacional, chamado de Grupo Especial, foi formado por Ricardo Origassa, Tadao Ebihara, Jorge Iriguti, Katsuyuki Sano, Erika Kawahashi, Cláudio Tsutiya, Yukiko Hamada e Jane Ashihara.


Como ainda não foi decidido onde será realizado o III Concurso União Pan-Americano, não pode ser anunciado, nesse dia, o local.

Para saber como foram as classificações dos cantores nas respectivas categorias vá em Resultados de Taikais, no Home deste site.

(texto: Silvio Sano – fotos: do próprio, até a categoria Juvenil B; e, de Sérgio Toyohara a partir da categoria Adulto C até ao final, às premiações, Grand Prix e II União Pan-americano)

Be the first to comment on "Pamela Yuri foi a Grande Campeã do II União Pan-Americano!"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*