Festival UPK à Melhor Idade… muito além das expectativas!

Aproveitando o momento de popularização dos eventos virtuais de karaokê, para contemplar os cantores mais psicologicamente atingidos pelo confinamento forçado provocado pela pandemia devido ao Covid-19, a União Paulista de Karaokê resolveu realizar o 1º Festival UPK de Karaokê Virtual para a Melhor Idade, isto é, um evento exclusivo aos cantores acima de setenta anos. No caso dessa entidade, aos das categorias D1, D2, E1 e E2.
Até para que fosse um evento o mais descontraído possível, sem o caráter de uma competição, sem julgamentos, foi realizado no formato de um verdadeiro festival. Abertas as inscrições, cento e vinte oito cantores dessa faixa de idade atenderam ao convite da entidade.
O evento ocorreu no dia 27 de setembro e os participantes tiveram de gravar vídeos, enviando-os à comissão organizadora para que um vídeo fosse composto a fim de ser transmitido via Youtube.
Tendo iniciado às 9h00, com duração de 4 horas e trinta minutos, e sem nenhum contratempo, o evento se encerrou por volta das 13h30.

Ainda é possível assistir ao vídeo pelo link abaixo:

Sem muitas delongas, de maneira bastante prática, a Abertura Oficial a cargo do mestre de cerimônia, Olímpio Kosonoe, foi realizada logo no início e participaram dela, para rápidas saudações, o presidente da UPK, Pedro Mizutani; da ABRAC, Akemi Nishimori e o presidente do Conselho de Jurados, Tadao Ebihara.

Foi com muita satisfação que realizamos esse evento virtual digital porque mesmo num momento como esse da pandemia não podemos interromper essa cultura maravilhosa do cantar”, afirmou o presidente da UPK. “Música é vida, é alegria, é harmonia. Por isso, nada mais justo do que fazermos esse evento em homenagem aos da melhor idade, daqueles que têm mais experiências, a quem devemos muita gratidão”, justificou. “Tenho certeza de que aqueles que assistiram até o final ficaram muito felizes”, concluiu Mizutani, igualmente feliz.

O evento teve início a partir das apresentações dos cantores da categoria E 2, correspondentes à faixa de idade a partir dos 85 anos, vinte e cinco a todo, sendo 6 acima dos 90 anos; dois dos quais com 97 anos, Yoshitaka Yokoyama e Shinji Sakakibara.

O presidente da UPK, Pedro Mizutani, aproveitou o ensejo para apresentar a recente parceria com as duas das criadoras (Harumi Okino e Margarida Saiki) de um tipo de evento (KanteOkê UPK) que implica em ensaios virtuais semanais, com o objetivo de preparar os cantores para a nova modalidade, ou realidade, do momento. É bastante objetivo e útil porque os participantes, além de aprenderem a manipularem os aplicativos para isso ainda são analisados por jurados experimentados, que já o faziam nos eventos presenciais. Aliás, reciprocamente, esses ensaios acabam beneficiando os próprios jurados porque com isso, ficam também preparados para darem aulas também de forma virtual.
Para contatá-las, acesse a página delas no Facebook ou grupo Whatsapp.

As imagens, congeladas diretamente do vídeo, são de todos os 128 participantes, sem exceção.

Vários apresentadores vieram “emprestados” das regionais participantes. Vejam quem foram:

O evento se encerrou próximo das 13h30, com os agradecimentos da entidade a todos os participantes:

Be the first to comment on "Festival UPK à Melhor Idade… muito além das expectativas!"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*