KITAGAWA SHIMBOKU KAYO SAI, com pura emoção!

Foi o que ocorreu durante todo o tempo que durou o XXVIII Kitagawa Shimboku Kayo Sai, das 7h30 às 20h30, realizado no dia 12 de janeiro de 2020, devido às lembranças pela recente perda, por falecimento, do professor Akihisa Kitagawa porque, além de presidente de honra do INB (Instituto NAK do Brasil), era muito admirado e respeitado por todos do meio karaokê.
O professor, que faleceu no dia 03 de janeiro, em São Paulo, chegou ao Brasil em 1962. Formado em música, pela Faculdade de Música de Osaka, com especialidade em canto, regência e piano. No Brasil presidiu a Associação Nipo-Brasileira de Cultura Musical e fundou o INB, diretamente vinculado à Nippon Amateur Kayo Renmei (NAK), pela qual, desde 1997, enviou cantores brasileiros ao Japão, dentre os quais Toshiaki Yoshikawa que, como Eduardo, atualmente, goza de grande prestígio no disputadíssimo mercado musical japonês.

(foto do poster: Jiro Mochizuki)

Foi na Abertura Oficial desse evento que ocorreu os momentos de maiores emoções devido aos discursos de alguns componentes da mesa que não se contiveram ao lembrarem da pessoa humana que o professor, apesar de muito rigoroso ao aprendizado do canto. O que prevaleceu nesse momento, bem como depois, durante todo o evento, foram estímulos explícitos mútuos de que os ensinamentos e desejos do professor deverão dar sequência.
Eiji Ito, tesoureiro da UPK, que representou a entidade nessa ocasião, também enfatizou o relevante trabalho do professor ao meio karaokê.

1. Abertura Oficial 2. Yochimi Akihisa, esposa e presid INB
3. Eiji Ito, UPK 4.Elisa Fuchimi, presidente Júri

Quero agradecer a todos pelas palavras de conforto pelo falecimento do nosso querido sensi Akihisa Kitagawa. Quero que saibam que continuaremos unidos, como agora, conforme o desejo e ensinamentos dele. E será a forma como enfrentaremos esses momentos de tristeza a fim de que consigamos superar esta profunda dor“, resumiu em poucas palavras o pensamento de todos, sua esposa Yochimi Kitagawa, que é também presidente do INB.

O evento
Foi uma realização da Comissão Organizadora do INB, cujo coordenador geral Takashi Nakano, auxiliado por Haruo Ito, Yutaka Kawamoto e Paulo Akiyama, tiveram de fazer uso dos dois auditórios da Associação Shizuoka (Rua Vergueiro, 193 – Liberdade/SP) porque receberam a inscrição de 533 cantores (285, no piso inferior e, 248, no piso superior).

Capa do livro-programa

Para o bom andamento do cronograma e sequência ininterrupta da programação, a comissão valeu-se de quatro grupos de jurados, num total de dezoito, e todos atendendo ao INB graciosamente, aliás, como sempre, conforme informou Yuri Kataoka, umas das jovens discípulas do professor, que com a irmã Yumi foram das que mais sentiram sua perda.
No piso inferior, foram formados dois grupos de cinco jurados cada e denominados 1 e 2. Ou seja, o grupo 1 foi composto por: Elsa Fuchimi, Kozo Kawabata, Dirce Miyahara, Kasuyoshi Yasuda e Takako Yamamura; enquanto o grupo 2 foi de: Kazuo Shikay, Youko Honda, Edna Nishiya, Alexandre Hayafuji e Masako Ito.

Ao piso superior, os grupos foram formados por quatro jurados cada e da seguinte forma: Grupo 3, por Tereza Kato, Satie Akamine, Yukihiro Sakai e Yurie Taninaga; e, Grupo 4, por Yukiko Goya, Fusako Hara, Tamie Aoyagui e Solange Miyagui.

Os apresentadores foram: Tomio Hayakawa, Kleuza Kanda e Shigue Ozono, no piso inferior; e Yutaka Kawamoto, Mayumi Nishimura e Margarida Saiki, no piso de cima.


Ioshisaburo Hirakawa/Márcia Fukata, Shoko Nozawa e Yukio Nakjima protagonizaram apresentações-shows ao público.

A Sonoplastia ficou sob a responsabilidade de Yuji Nishimura (Kendi Ikeda) e a Contagem, por conta de Walter/Carmen Okazaki.

Yutaka Kawamoto e Kendi Ikeda (Som Yuji Nishimura)

Infra-estrutura e apoio ao evento:

(colaboração e fotos de Shigue Ozono)

A seguir, algumas fotos de cantores que se apresentaram no XXVIII Kitagawa Shimboku Kayo Sai.

Be the first to comment on "KITAGAWA SHIMBOKU KAYO SAI, com pura emoção!"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*